Sábado, 3 de Novembro de 2007
Netas nossas princesas

Hoje vou dedicar-te a ti Margarida minha flor, estes versos, vais ver que vais gostar, ao  mesmo tempo dedicá-los também às netas das amigas da avó.

 

 

 

Momentos únicos

 

 

Sonhas que és uma princesa

Que habitas num castelo

Junto á praia! Tens a certeza!...

E enfeitas de flores o cabelo.

 

Como história de encantar

Princesa e também sereia

Queres tu ser e sonhar!

Que brincas e corres na areia.

 

Mas este lugar é irreal!

De nenhum mapa faz parte!

Mas com magia... que tal?!

Vem um príncipe que há-de amar-te!

 

E a princesa do castelo

Que passa a Vida a sonhar

Pensa em tudo quanto é belo!

Mas diz que não quer casar!.

 

 

 

 



publicado por rosafogo às 18:12
link do post | comentar | favorito
|

31 comentários:
De poetaporkedeusker a 9 de Fevereiro de 2009 às 22:06
Também gostei muito deste poema, Rosafogo.
E tem um "cantinho" muito branquinho, muito alegre.
Abraço.


De rosafogo a 8 de Abril de 2009 às 00:00
Obrigada amiga

Vindo de ti o elogio, fico muito feliz
Abraço


De Fisga a 22 de Março de 2009 às 11:12
QUE PENA QUE ESTA ROSA FOGO NÃO POSSA DAR MAIS TEMPO AO SEU BLOG. ADOREI A PROSA POÉTICA, MOMENTOS ÚNICOS. PARABÉNS. E UM GRANDE ABRAÇO EDUARDO.


De rosafogo a 7 de Abril de 2009 às 23:56
Obrigado pelas suas palavras, a rosafogo continua activa no blog orquideanegra, se quiser visitar, terei o maior gosto.

Só a gora lhe respondo, porque a memória já não é a mesma e ás vezes falha, mas mais vale tarde que nunca, hei-de ir visitálo.

Abraço amigo


De Fisga a 8 de Abril de 2009 às 16:17
Olá Amiga. Se assim a posso tratar. A memória já não é a mesma. Repare a quem o diz, Eu que ainda só tenho 73 anos também já me vai falhando. Por isso não se preocupe que isso é fruta do tempo. Quanto ás minhas palavras, não me agradeça, eu só vou a onde eu quero, e não vou esperando que me agradeçam. Embora não negue que é agradável sabermos que há quem goste do que fazemos. Um abraço Eduardo.


De MBeirão a 22 de Março de 2009 às 20:05
Muito bonito este poema, de alguem que sonha!!!

mts parabens


De rosafogo a 7 de Abril de 2009 às 23:59
Olá Miguel

Eu sou a rosafogo, agora no orquideanegra, onde o amigo já deixou comentários.
Então gostou, fi-lo para a minha neta há cerca de três anos quando ela apenas tinha oito.

Abraço


De Fisga a 8 de Abril de 2009 às 16:25
Olá Rosafogo . Não sei se vai gostar. Eu adicionei o seu lindo poema aos meus favoritos, porque eu sou Poético dependente, e acho sempre, que poesias tão bonitas devem ser divulgadas. Eu ao contrário de muitas pessoas, e não é uma critica. Dizia eu. Não perco tempo a ler os comentários que fazem aos outros blogs, Leio os que fazem ao meu blog. Só e apenas, Mas gosto de ver o que é que as pessoas gostam de adicionar aos seus favoritos, isso revela os gostos de cada pessoa, e eu tenho assim arranjado algumas amizades. Parabéns pelo poema que é lindo. Abraço Eduardo .


De rosafogo a 19 de Abril de 2009 às 22:18
Fico vaidosa é sinal que é do teu agrado.
Mesmo atrasada ven hi sempre agradecer a quem me visita.

Um abraço


De Fisga a 20 de Abril de 2009 às 15:41
Olá amiga Rosafogo . Não fiz, o que fiz, para te envaidecer, mas sim porque gostei, mas se a minha atitude produziu efeitos positivos, foco também eu feliz por isso. Um grande abraço Eduardo.


De Simbologia do aMoR a 16 de Maio de 2009 às 15:49
Olá Rosafogo!

Pronto! Vim ler.
Só que noCastlo que escreve
Não éo msmo que o meu
Só vimtrazer um recado
De alguem que já morreu.


Ps. Surpresa!


De rosafogo a 2 de Junho de 2009 às 18:06
Então e não deixou o recado porquê?!

Dar-me-ía imenso prazer, saber o que para me dizer!

Até mais


De UNICIDADE a 3 de Junho de 2009 às 15:52
Desculpe

Já respondi no anterior.

Eu isto e nem eu mesmo acredito que escrevi isto.
Penso que devo alguem deve ter vindo por minha mãos naquele dia.
Eu não li mais o que escrevi naquele dia, e nem uero ler.
Só quero deixar para pessoas que entendam que me explique.
Eu digo e sinto...
Tem a ver com aquele palco onde fui no dia 16/06 em N. Sra. da Hora.

Talve a pessoa queira Paz e não queira vr o nome dele ser "invocado em magias".
Penso que seja isto.


De Simbologia do aMoR a 16 de Maio de 2009 às 15:50
Agora vou ao meu blog
Escrever minha simbologia
Podem até não acreditar...
Será que vão acreditar?


De rosafogo a 2 de Junho de 2009 às 18:08
Continuo sem perceber!
Como quer que acredite ou não, se não diz do que se trata, devemos ser directos penso eu, não me conhece, para estar com evesivas

Até mais


De rosafogo a 2 de Junho de 2009 às 18:09
Queria ter dito evasivas, peço desculpa.


De UNICIDADE a 3 de Junho de 2009 às 15:45
Olá Rosafogo

Nem eu percebo do que está a dizer.
Se for referente a tudo aquilo que eu disse no dia que estava no Porto...
Nem eu mesmo sei o que aconteceu!
Quando escreve que eu "falo" sobre evasivas...
Só tenho a lhe dizer...
Não tenho a mínima idéia das coisas que escrevi.
Leio, releio e nem eu mesmo entendo.
So posso dizer com sinceridade de minha alma.
Algo estranho aconteceu naquele dia.
Sinto que não era minha própria identidade.
Mas uma coisa eu sei...
Existe algo que não entendo, porque vocês se refere a minha pessoa. Isto eu percebo.
Não adianta eu explicar o que aconteceu naquele dia, na cidade do Porto. Só sei dizer que há algo que alguém tem de explicar.
Na minha mente só tem um nome. O mesmo nome daquele dia. E que também ouvi algo no dia seguinte.
Algo como você se refere "magia".
E tenho a certeza que o que ouvi não é ilusão e nem sonho.
Será que satisfiz a tua pergunta?
Não queira perguntar masi nada porque não sei explicar.
Quem sabe poderei quando alguns amigos que entendam do assunto puderem também me explicar o que aconteceu comigo.

Eu penso... É meu pensar, não precisa acreditar no que digo.
Alguém, não sei quem, "invocou" em amgia um nome, que pode ser o meu próprio ou de uma outra pessoa, talvez um cantor.
Isto é tudo que tenho para dizer.


De UNICIDADE a 3 de Junho de 2009 às 15:47
* CORREÇÃO

Quis dizer "magia"


De rosafogo a 20 de Junho de 2009 às 22:09
Só agora dei com o seu comentário, estranhíssimo, por continuo a não perceber nada da sua conversa.
Eu não sou do Porto, não percebo nem quero perceber de magias. e estas conversas francamente não me interessam, dado que não a conheço. e aqui só me interessam os comentários acerca da minha poesia, aí como comentarista será bem recebida, caso contrário, fique na sua por favor.

Natalia


De umbreveolhar a 3 de Junho de 2009 às 18:45
Como habitualmente gosto de ler o que escreves.
Sobre a ALDEIA DA MINHA VIDA, não te falta talento para escreveres sobre ela, e podes escrever sobre a que mais te " marcou".
As fotos retira-as da internet e consulta o regulamento, cujo site está no meu blog. Gostava que participasses!
Cumprimentos e até breve,
Carlos Alberto Borges


De rosafogo a 20 de Junho de 2009 às 22:04
Oi Amigo Carlos

Já não estou habituada a receber comentários neste Blog, por isso a minha falta, para contigo, nem te agradeci o teu interesse, mas agradeço~te agora.

Um abraço
Natalia


De rosa costa a 22 de Junho de 2009 às 15:45
pela primeira vez entrei neste blog,mas gostei imenso...se quiser visitar o meu...rosa costa1964blogspot.com...obrigada pela sua poesia


De rosafogo a 23 de Junho de 2009 às 13:05
Obrigado pela visita, mas aqui , já não tenho por hábito
escrever e sim no orquideanegra.blogs.sapo.pt, quando quiser terei todo o gosto em recebê-la.
Irei concerteza ver o seu cantinho. Obrigado pelo convite.
Um abraço
Natalia


De Dragonsky a 26 de Junho de 2009 às 00:24
muito bom :)


De rosafogo a 27 de Junho de 2009 às 18:13
Obrigado amigo

abraço
Natália


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo blog

Netas nossas princesas

Porquê ?

Acontecer

Sem retorno

Longevidade

Fio da meada

A começar o Inverno

Jardim de mulheres

Dia cinzento

arquivos

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favoritos

Homem e poeta

Palavras desalinhadas

Asas que tive

PROVOCAÇÃO CONFLITUOSA

TERÇA E QUARTA FEIRA II

NASCER EM BERÇO DE OURO

INTELECTUALIZAR

MAIS UMA MEDALHA DE OURO!

Perdidamente perdida

Poema para a Terra calada

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds