Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007
Sonhar é fácil

Será pretencioso, pensar que alguém vai ter  paciência de ler os meus poemas, mas só de pensar em partilhá-los, faz-me imensamente feliz...

 

Se eu soubesse

Se eu soubesse escrever

Daquele modo que só o poeta sabe

Entregar-me-ía, voltaria a nascer

Flor bravia, mas com arte!

À noite!?Quando a noite desce

Vem de novo a dor ao meu peito

E é então que o desejo cresce

De ser poeta, bem ao meu jeito!.

Deixo aqui as palavras, que são um pouco

ou são muitíssimo do que quero dizer

cobertas de inocência de poeta louco.

Tantas vezes, música aos ouvidos

outras tantas pedem desculpa por nascer

e vão sempre ao encontro de sonhos perdidos!



publicado por rosafogo às 20:22
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo blog

Netas nossas princesas

Porquê ?

Acontecer

Sem retorno

Longevidade

Fio da meada

A começar o Inverno

Jardim de mulheres

Dia cinzento

arquivos

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favoritos

Homem e poeta

Palavras desalinhadas

Asas que tive

PROVOCAÇÃO CONFLITUOSA

TERÇA E QUARTA FEIRA II

NASCER EM BERÇO DE OURO

INTELECTUALIZAR

MAIS UMA MEDALHA DE OURO!

Perdidamente perdida

Poema para a Terra calada

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds