Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007
Um dia mais

Há dias que caminhamos sem saber muito bem,qual o destino da caminhada, geralmente é quando nos sentimos mais solitários.

Mergulhados em pensamentos que nem nos levam a nada,  mas no fundo sempre na esperança que que os sentimentos sobrevivam, e que o dia seguinte seja melhor e que haja um impulso maior nos nossos afectos.

 

 

 

 

Lezírias

 

 

Lezírias verdes

Cheias de canto

E de pranto!

 

Das mondadeiras

Cansadas do sol

Dos dias de canseiras

Que são já um rol!

 

Arroz e trigo ceifado

O seu pé molhado

E a alma doente

De trabalho suado

De quem só fome sente!

 

A tarde não chega

A alma está fechada

A vida parada

Mas o filho aconchega!

 

A lezíria está verde

Verde de esperança

O tempo já se perde

E nasce a criança!.

 

 

 

 

 



publicado por rosafogo às 21:14
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo blog

Netas nossas princesas

Porquê ?

Acontecer

Sem retorno

Longevidade

Fio da meada

A começar o Inverno

Jardim de mulheres

Dia cinzento

arquivos

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favoritos

Homem e poeta

Palavras desalinhadas

Asas que tive

PROVOCAÇÃO CONFLITUOSA

TERÇA E QUARTA FEIRA II

NASCER EM BERÇO DE OURO

INTELECTUALIZAR

MAIS UMA MEDALHA DE OURO!

Perdidamente perdida

Poema para a Terra calada

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds