Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007
Acontecer

Quando as coisas se fazem porque simplesmente gostamos, as coisas acontecem.É bom que o sonho faça parte da nossa vida!.

 

 

 

Travo Amargo

 

 

A minha mente é um mar imenso

Onde a Vida nem sempre faz sentido!

Sonhos sombrios e um vazio intenso

Que fazem da esperança, tempo perdido.

O peito não bate, a voz calada

Prescuto a lembrança e consigo!

Trazer à superfície da memória apagada

A saudade, à semelhança dum abrigo.

Envolvida no meu próprio destino

Iludo a realidade e o sonho

Deixo a maré da mente sem tino

E às vezes choro e não me envergonho!.

Vou vivendo até que me deixe o tempo

Contra o destino nada há a fazer

Ficam as lágrimas, surge o desalento

Meu coração é um cavalo a enlouquecer!.

E quando o azul do mar da minha mente

Me abandonar nesse imenso mar

Ficarei como concha abandonada simplesmente

E nas lágrimas o alívio irei encontrar.



publicado por rosafogo às 12:49
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo blog

Netas nossas princesas

Porquê ?

Acontecer

Sem retorno

Longevidade

Fio da meada

A começar o Inverno

Jardim de mulheres

Dia cinzento

arquivos

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favoritos

Homem e poeta

Palavras desalinhadas

Asas que tive

PROVOCAÇÃO CONFLITUOSA

TERÇA E QUARTA FEIRA II

NASCER EM BERÇO DE OURO

INTELECTUALIZAR

MAIS UMA MEDALHA DE OURO!

Perdidamente perdida

Poema para a Terra calada

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds